Ligações

1 

moodle1

requisicoes_link.png

 place1

At

ementas

 

 logotipo eco escolas

O Projeto Ler com Amor assinala esta importante efeméride, publicando um  texto alusivo ao livro e ao ato de ler e um conjunto de fotografias que ilustram o seu conteúdo. Como complemento, apresentamos ainda um vídeo sobre a criação do livro.

 

Objetos Leitores

Como o sol ou como a chuva, como os pomares e as searas, os livros são nossas reservas de energia necessária à superação dos dias. Contêm a luz e a água, a doçura fresca dos frutos, o cheiro quente do pão no manancial de palavras que nos oferecem: as que dizemos, as que ouvimos, escrevemos ou lemos ou, simplesmente, guardamos no mais recôndito silêncio de nós.

Não espanta, portanto, que tão grandiosa invenção seja recorrentemente representada por todos os meios, de modo especial pela arte, que a escreve, a pinta e a esculpe, no seu símbolo maior: o livro.

Poderíamos ir à sua procura como tema de estátuas e de quadros que vêm atravessando os tempos e são ainda prova e testemunho do seu inquestionável valor.

O que nos traz hoje, porém, é muito mais simples, mais próximo, familiar e acessível: o livro nos objetos que povoam o quotidiano das nossas vidas e das nossas casas, cumprindo, muitas vezes em simultâneo, funções utilitárias e decorativas.

Lembramo-nos, a propósito, de atividades que desenvolvemos nos últimos natais em que foi possível o convívio físico com os livros e com quem gosta de estar com eles: “A ler com os anjos”, por exemplo. Eram (são) figuras de anjos-leitores expressando sempre o prazer que o livro ou, sobretudo, o ato de leitura proporciona.

Deixamo-los guardados no armário das nossas coleções particulares e vamos agora, por aí, dar uma vista de olhos sobre outras coisas, despretensiosas e ingénuas, que a toda a hora vemos ou de que nos servimos. E se as olharmos com atenção, talvez seja possível percebermos que, à sua maneira, também elas nos trazem a palavra- nossa -de- cada- dia posta à mesa das nossas manhãs.

Eis alguns exemplos: