No âmbito das disciplinas de Cidadania e Mundo Atual, Atividades Económicas e Procedimentos Administrativos em Contexto Comercial, os alunos do CEF de Empregado Comercial da EB/PE de Santo António e Curral das Freiras visitaram, a 8 de maio de 2019, a fábrica de mel de cana de açúcar do Ribeiro Seco.
   A visita foi orientada por um dos sócios-gerentes da empresa "V. Melim, Lda." que emprega, sazonalmente (entre Abril e Maio), cerca de 50 trabalhadores nos diversos turnos (dia e noite). No resto do ano, 5 trabalhadores permanentes são suficientes para assegurar a manutenção, stock, embalagem e comercialização do mel.
   Os alunos tiveram oportunidade de se interiar do processo de fabricação do mel de cana, desde a receção dos camiões de cana sacarina até ao embalamento do produto final e exportação, sobretudo para o continente português, Jersey e Inglaterra.
   Ficaram a saber, por exemplo, que, das cerca de 1000 a 1100 toneladas de cana recebidas, apenas 9,5 a 10% resulta em produto final. O restante é vapor de água. Com o "segredo da família" que faz a diferença na depuração do produto final (o aquecimento em vácuo).
   Ficaram ainda a saber que da cana sacarina se pode extrair mel, açúcar e rum agrícola/aguardente de cana. O sargaço pode ser utilizado em cosmética (sabonente/esfoliante) mas a esmagadora maioria vai para vacarias para, em última instância, servir de composto/adubo orgânico.
   Os alunos ficaram ainda a saber que a cana sacarina é paga ao prooutor a 28 cêntimos ao quilo, que os fornecedores da fábrica são produtores oriundos da costa sul/sudoeste da ilha da Madeira e tiveram ainda oportunidade de provar o "xarope" (fase anterior ao mel).

 

ribeiro seco1



ribeiro seco2

 

ribeiro seco3