Aceitando o convite do Conselho Nacional de Supervisores Financeiros (Banco de Portugal, Comissão do Mercado de Valores Mobiliários e a Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões) e do Ministério de Educação para as escolas dinamizarem atividades entre 29 de outubro e 2 de novembro, a Semana da Formação Financeira 2018, sob o lema “Na Formação Financeira Todos Contam!”, as professoras do 6º C, Adriana Fernandes e Carmo Afonso, promoveram uma Ação de sensibilização sobre Poupança.

Foram enviados convites aos professores que lecionam Educação Tecnológica para estarem presentes e participarem com as suas turmas, de modo a que, em conjunto, se proporcionasse aos alunos uma aula diferente. 

poupanca1  

Assim sendo, no dia 2 de novembro, na Sala de Sessões do edifício de S. António, professores e alunos juntaram-se para, de forma criativa e divertida, aprender a elaborar um orçamento e a participar num orçamento familiar, a criar a sua própria poupança, a prevenir riscos e a exercer uma cidadania financeira responsável, nomeadamente na escolha de aparelhos que tenham menos consumo energético, de modo a economizar euros e poupar recursos energéticos.

 

poupanca2

Começou-se a analisar o 3º capítulo do Caderno de Educação Financeira, lançado pelo Plano Nacional. Os alunos do 6º C foram lendo, cada um à sua vez, um parágrafo e comentando o que havia sido lido. Gerou-se um debate entre o grupo para, em conjunto, encontrarem respostas.

Cada aprendente, ganhou ferramentas para a análise e compreensão crítica do texto, de forma a permitir a construção do conhecimento. 

poupanca3

De seguida, os alunos selecionaram um dos temas apresentados pelas professoras, de modo a apresentar os resultados da pesquisa à turma na aula seguinte à da ação de sensibilização. Foram estes os temas propostos: “Quais os 13 aparelhos domésticos que gastam mais energia, mesmo sem os usar”; “7 formas de poupar nas contas da casa”; “Como pagar menos eletricidade e alterar comportamentos”; “Conta da luz muito alta: o que pode ser e como resolver”; “Como poupar energia no frigorífico em 10 truques”; e “18 estratégias para poupar em 2018”.

Como trabalho de casa, os alunos foram convidados a, juntamente com os encarregados de educação, preencher um questionário, de modo a ajudá-los a: pensar e ponderar antes de comprar; ver quais as suas necessidades; relembrar que compradores impulsivos correm o risco de esgotar o seu dinheiro em bens supérfluos; estar atentos às estratégias que seduzem o consumidor; identificar aparelhos domésticos que gastam mais energia e saber como evitar e/ou reduzir esta despesa e viver de acordo com as suas possibilidades. Para isso, é aconselhável elaborar um orçamento familiar.

 

poupanca4

 

 

Em jeito de conclusão:

- Adotar comportamentos certos conduzam à poupança;

- “Ganha o que souberes e poupa o que puderes” é o segredo da boa gestão das finanças familiares;

- Guardar hoje para ter amanhã – é a chave para o sucesso de um projeto de vida bem planeado;

- Tostão a tostão, se faz um milhão.

 

 

 

A delegada de ET

Adriana Fernandes